Computação nas Nuvens

O termo computação nas nuvens ou cloud computing em inglês, está associado a um novo conceito de computação, esse novo conceito tende a deslocar toda infraestrutura computacional para rede. Assim reduzindo consideravelmente os custos de software e hardware.

Embora esse assunto seja um dos mais discutidos atualmente, ainda não há uma definição completa do termo, podemos encontrar uma infinidade de definições que algumas vezes podem ser semelhantes ou em outras apresentar conceitos diferentes. Por exemplo alguns autores defendem que a escalabilidade e o uso otimizado dos são características da computação nas nuvens, já outros afirmam que não são características e sim requerimentos de uma infraesturura para a computação na nuvem.

A definição universal que foi elaborada considera principalmente três conceitos:

  1. Virtualização: ou seja, a criação de ambientes virtuais para os usuários.
  2. Escalabilidade: diz respeito à capacidade de aumento ou redução do tamanho dos ambientes virtuais.
  3. Modelo pay-per-use: Onde o usario só paga pelo serviço que consome.

De modo que a infraestrutura computacional se localize na rede, os aplicativos e os dados dos computadores pessoais e portáteis são movidos para grandes centros de processamento de dados, mais conhecidos como data centers. Os sistemas de hardware e software presentes nos data centers provêem aplicações na forma de serviços de internet.

Cria-se, assim, uma camada conceitual uma ‘nuvem’ que esconde a infraestrutura e todos os recursos, mas que apresenta uma interface padrão que disponibiliza uma infinidade de serviços. Uma vez que o usuário consiga se conectar a Internet, ele possui todos os recursos a sua disposição.

Esse conceito de disponibilizar software e harware por uma rede global não é de agora, na década de 60 joseph Carl Robnett Licklider, um dos responsáveis pelo desenvolvimento da ARPANET, introduziu a idéia de uma rede de computadores intergaláctica , sua visão era a de que todos deveriam estar conectados entre si, acessando programas e dados de qualquer site e qualquer lugar.

Porém um dos primeiros marcos para computação nas nuvens só aconteceu em 1999, com o surgimento da Salesforce.com que foi a pioneira em disponibilizar aplicações empresariais através da internet.

A partir desse marco o conceito de computação nas nuvens começou a ganhar espaço e muitas empresas começaram a investir nessa área, como a Amazon, Google, IBM e a Microsoft.

Apesar de hoje em dia o conceito de computação nas nuvens não ser mas tão recente, acredito que é um conceito ainda muito jovem, e ainda vai ser muito mas explorado, abrindo uma imensa gama de possibilidades de aplicações nas nuvens, acredito que computação nas nuvens num futuro não tão distante, tomara totalmente parte do nosso cotidiano assim como o celular e outras tecnologias que não conseguimos viver sem.

By: Ismael Skywalker

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s